27 de jun de 2009

Malfeitoria







Em resumo, as pessoas ainda acham que sou antipática. Assim de primeira, elas acham mesmo que sou do tipo arrogante. Daí ontem eu estava sem paciência para fazer firulinha de primeira com umas pessoas,... é porque você cata com os olhos e pá: mata logo que não vale a pena ser legal. Gente medíocre. Não importa de onde vem, dá mais trabalho do que qualquer outra coisa na vida. Hein?


****


Saco eu não conseguir falar de amor: tenho bloqueio pelo passado, não por mim, pelos outros. E mais, minha mãe lê meu blog.

****

Tava lá na Previdência Social enquanto assistida pelo governo. E já que eu me encontrava em um ambiente do estado resolvi entrar no clima e ser ilegal. A minha ficha para atendimento era de número 305, e vi uma dessas senhoras com problema na perna com uma ficha número 198. Eu fico me perguntando...Mas que porra é essa que faz as senhoras terem a perna inchada. A humildes é claro. Tá lá, na Previdência tem um monte, na rua, na Central do Brasil, nos postos de saúde. Um show desgraçado de pernas inchadas. Como pode isso? Bem, tentei comprar por 20 reais a ficha dela, aleguei que poderia pegar um táxi com o dinheiro.


"Pra Caxias minha filha? Vai dar muito mais que isso."


****


Impossível eu não falar de Michael Jackson. Eu sempre achei o Michael Jackson o cara mais sensacional do pop. Aprendi a maquiar o olho com o Michael Jackson, a rebolar os quadris e a dizer em inglês: Billy Jean is not my lover, she just a girl. Ensinei Michael Jackson para minha filha e espero que Michael Jackson seja para ela o que Elvis Presley foi pra mim.


****


Tô lendo um cara, um americano, chamado Richard Price, vou escrever sobre ele. Sensacional. Porrada nas ruas, baculejo em latinos, assaltos à chineses assalariados. Um show de malfeitoria. Para gente arrogante e que quando era criança largou as bonecas e foi ser goleiro para estar mais perto dos garotos.


2 comentários:

Dom disse...

Quando você diz que vai escrever sobre um autor, é pra não esperar.

Dom disse...

taí... eu queria ler você escrever sobre o amor.
aquilo lá que você me escreveu por email me ajudou a desanuviar.