10 de out de 2007

Festival de Glastonbury - Grã Betanha


Passou na HBO, fiquei encantada. O festival - até onde entendi, peguei da metade para o fim- era realizado perto do Stonehenge (o monumento sem dono, acho que foram os dinossauros) depois foi transferido para um lugar terrível: qualquer chuva alaga tudo. É como se o festival de Woodstock repetisse todos os anos. Tem um clima de liberdade e até um pouco de paz, pela presença constante de crianças em seus primeiros passos. No entanto, o povo fica alucinado, chapado o dia inteiro. Óbvio que a polícia não contém absolutamente nada, alguns seguranças dão meros baculejos com o objetivo de revenda. Muita briga por causa de mulher, de homem, de cornitude. Muito hippie velho, faz você pensar duas vezes antes de tomar um ácido - não tomo, dá furúnculos. Esse festival tem todo um clima, que o faz ser uma viagem inesquecível na vida de qualquer um, lá você está realmente longe de tudo e pode fazer o que quiser. O que quiser. Você não gostaria de fazer o que quiser em um lugar que ninguém te conhece? Eu faço coisas inimagináveis.



4 comentários:

Amanda disse...

uhh... fazer coisas inimagináveis, era o que eu precisava nesse momento.
beijo Camilita!

Ingrid disse...

Sim, O Glastonbury eh maravilhoso, seu unico problema eh que seus ingressos sao colocados para vender com 6 meses de antecedencia e acabam em 15 minutos, sem, nem mesmo, divulgarem as bandas.

Mas a ideia de fazer o que quiser em um lugar onde ninguem te conheca, talvez possa ser transferida para outro lugar, quem sabe?!

A proposito, encontrei seu link no Blog do Mario Bortolotto, espero que nao se incomode com a visita...

Camilla Lopes disse...

Legal Ingrid, apareça sempre. Acho chic e adorei seu sobrenome.
Se eu fosse me jogar como realmente gostaria, seria bem longe daqui, tenha certeza,
Beijos
Camilla

Pedro Pellegrino disse...

Também vi esse Glastonbury.Duca!